A Teia- rede de intrigas que antecede os grandes momentos- Tenhamos cuidado!



A teia- a rede de intrigas que sempre surge após estes grandes movimentos, nascidos da força da categoria em luta. Estas dúvidas, por menor que sejam, tem quer ser desarticulados pela categoria imediatamente. 

Geralmente eles surgem no ápice do movimento, na iminência da vitória. Ai provavelmente, entra o governo e utiliza um de nós para apregoar mentiras, plantar a sementinha do mal no coração dos guerreiros . Beatriz deu este alerta em um de seus posts. Nestes momentos perigosos que antecedem a vitória temos que ficar muito atentos com os textos que aparecem nos blogs, nos emails, no facebook. Nestes textos estão impressos o espiríto da derrota, do medo, do sentimento de que o sind-UTE trama contra nós.

Os vendilhões do templo, já dizia Jesus estão em toda parte, prontos a vender seus votos, sua alma, sua dignidade.


Estes tipos são muitos fáceis de identificar; põe pele de cordeiro e são lobos perigosos, criam teias e tramas- seduz a categoria com toda sorte de loucuras e devaneios( eu não entendo como a elite intelectual  pode ir atrás desta gente) e depois do desfecho que esperam, passam a consolar a categoria derrotada. Foi assim, na última greve.

Mas não acontecerá desta vez! Ah não!!. Estamos de plantaõ: prontos a desmascará-los, denunciar  suas tramas e confiar naqueles que demos mais uma vez a oportunidade para nos representar numa mesa de negociação- o Sind-UTE. Ninguém mais. 


Estamos dispostos a qualquer coisa para vencer todos os obstáculos. Entramos nesta cruzada para vencer e venceremos! Não será meia dúzia de idiotas que irá nos fazer retroceder..

Para alegria de todos , eu e o Estado de Minas inteiro  estamos vivendo este sonho - o do cumprimento da Lei com a implantação imediata do Piso Salarial.

Segue vídeo e tradução da letra da ópera Nabucco de Verdi: Tem tudo a ver com a nossa luta/ Nossa dor e nossa virtude! Queremos de volta uma Minas que sonha, que compartilha as riquezas, que é capaz de vencer!



 Vá pensamento, sobre as asas douradas,
vá, pousa-te sobre as encostas e as colinas,
onde perfumam mornas e macias
as brisas doces do solo natal!

Saúda as margens do rio Jordão,
as torres derrubadas de Sião.
Oh minha pátria tão bela e perdida!
Oh lembrança tão cara e fatal!

Harpa dourada dos fatídicos poetas,
porque agora está muda?
Reacenda as memórias no nosso peito,
fala-nós do tempo que foi!

Lembra-nos o destino de Jerusalém
traga-nos um som de triste lamentação.
Que o Senhor lhe inspire uma harmonia
que transforme a nossa dor em virtude!

Que transforme a nossa dor,
nossa dor em virtude.
Que transforme a nossa dor,
nossa dor em virtude.

Nossa dor em virtude!






4 comentários:

  1. Cristina Costa disse...:

    Marly,
    Você tem toda razão quando diz que precisamos ficar de plantão, principalmente quando sentimos que aproximamos do nosso objetivo.

    Estamos próximos da Vitória: A conquista do PISO SALARIAL NACIONAL!!!

    Agora, é seguir firmes nesta reta final e correr para o abraço!!

  1. Marly Gribel disse...:

    Fico feliz companheira que tenha compreendido o teor deste texto. O objetivo nosso é o Piso,mesmo que seja o proporcional do MEC, que muitos sonhadores consideram pouco, mas que para 50% da categoria representará um ganho. Muitos educadores optaram pelo subsídio, que significou para eles um ganho ano passado.O Sind-UTE alertou este ano que não era recomendável permanecer nesta forma de remuneração, mas muitos permaneceram. Acho que cumprimos nosso papel, que é o da informação.
    O que tenho receio é deste blá blá blá que sempre antecede aos nossos momentos de vitória. Mas estou como vc... Quero correr para o abraço!

  1. disse...:

    Por medo desse blá...blá...blá, como você disse no seu comentário, é que não concordo com o repasse de uma proposta para a categoria no mesmo dia em que há rodada de negociação ( ou pelo menos uma tentativa). Foi na pressa em suspender a greve de 2010 que a nós nos prejudicamos confiando num governo que todos já sabiam ser um lobo mau. Propostas irão surgir, mas não podemos aceitar qualquer valor como piso. Sou contra ao piso proporcional...

  1. Marly Gribel disse...:

    Bem, nós estamos tentando ser realistas: o Piso Proporcional já será um ganho para nós, pois a partir dele retomaremos as nossas carreiras. O subsídio significa fim de carreira.
    Foi este blá blá blá que arrastou a categoria para votar apressadamente aquela proposta de 2010 e ela foi muito propalada como boa, como vitória! Eu denunciei isto aqui dezenas de vezes.Fui contra o jargão: "a maravilhosa greve dos 47 dias"
    O mote desta greve e a retomada da carreira do magistério. É o que o sindicato está tentando.

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Professora de história, pós - graduada em história geral pela UFMG e em Novas Tecnologias na educação pela UNIMONTES.

Seguidores

Pesquisa

14:09 29/07/20103